O pastor evangélico de 43 anos foi autuado em flagrante pelo delegado Marcelo Umberto Borghi, na Delegacia de Matão, por violentar uma garota de 7 anos, da casa onde foi acolhido.

Eram cerca de 1h30 da madrugada quando uma estudante de 18 anos percebeu que sua irmã, de 7 anos, não estava na cama e decidiu verificar no quarto do pastor, que foi acolhido pela família por algumas semanas.

Ele sempre vinha de São Paulo ‘pregar’ na cidade e ficava hospedado em residências de fiéis, mas a preferência dele era justamente desta família. Nesta madrugada, a ‘casa caiu’ e ele acabou detido.

A moça conta que abriu um pouco a porta onde estava o Pastor e avistou ele em cima da menina como se estivesse mantendo relação sexual. Ela estava de vestido. A irmã a chamou e a garotinha disse que tinha que pegar algumas coisas.

Minutos depois, ela não apareceu e novamente a irmã foi verificar, flagrando novamente o Pastor em cima dela fazendo o gesto. As duas irmãs, mais os pais se trancaram no quarto e acionaram o 190.

Com a chegada do cabo Laroca e soldado Marco, ele foi detido após saltar o muro e tentar a fuga. Ele não confessa o ato, diz que a garota adorava ele e sempre brincavam, mas isso não convenceu as autoridades.

Ele disse em entrevista que ‘Está Arrependido’ e que a passagem por furto no Bairro Táipas, em São Paulo, quando ficou preso, foi por engano. Autuado em flagrante, passará por Audiência de Custódia e depois deve ir para a prisão.

A garota será encaminhada ao Instituto Médico Legal de Araraquara para exames. Segundo as informações, ele não teria conseguido a penetração, mas já estaria preparando a garota, inocente, para isso.

Fonte : www.mataourgente.com.br/Maury Jr