Na tarde dessa sexta feira(12), integrantes da Frente Brasil Popular de Jaboticabal fizeram seu primeiro encontro, com a presença de membros do PT, do Levante Popular da Juventude, do Sindicato dos Professores(APEOESP) e da ONG Amor Solidário, onde decidiram pela realização de um ato pela democracia, contra as reformas do governo Temer, contra o golpe e pelo direito de Lula ser candidato, convocado para amanhã(sábado, 13). O ato está marcado para as 9h30m da manhã, na Praça 9 de Julho, conhecida popularmente como Praça dos Bancos.

A Frente Brasil Popular é composta por cidadãos organizados em torno do Manifesto ao Povo Brasileiro, carta onde expressam seus pensamentos políticos e sociais de transformação de um Brasil soberano. O ato é intitulado Defender Lula é defender a Democracia, e contará com a presença de militantes, professores, representantes de sindicatos e membros de ONGs, além de outras pessoas e grupos que apoiam a causa.

Encontro dos representantes da Frente Brasil Popular, onde decidem pela realização do ato que acontecerá na manhã desse sábado(12), às 9h30m na Praça dos Bancos.
Encontro dos representantes da Frente Brasil Popular, onde decidem pela realização do ato que acontecerá na manhã desse sábado(13), às 9h30m na Praça dos Bancos.

Os membros da Frente argumentam que as acusações contra Lula no âmbito da Lava Jato tem como fator em comum Sérgio Moro, um juiz questionável pelo seu partidarismo, já que é responsável pelo fim do caso do Banestado, posa em fotos com políticos do PSDB e de outros partidos em eventos promovidos por revistas e compromete sua imagem nos julgamentos que faz .

“Faltam provas jurídicas para sustentar qualquer benefício a Lula através do sítio em Atibaia e do triplex no Guarujá. O indeferimento da candidatura de Lula é o golpe dentro do golpe. A primeira etapa é retirar uma presidenta legitimamente eleita com 54 milhões de votos através de um impeachment fraudulento e sem causa legal, já que pedalada fiscal e liberação de emendas orçamentárias são exercícios previstos na Constituição. A segunda etapa é inviabilizar qualquer candidatura sem causas legais, violando a presunção de inocência e a liberdade de um indivíduo, impossibilitando que o povo reeleja um representante só por ser do PT”, diz um deles. Outro, em complemento, conclui: “Aécio Neves, contra quem há inúmeras provas e um áudio com sua voz ameaçando matar outra pessoa, Michel Temer, que libera bilhões em emendas orçamentárias pra barrar investigações de atos em que o presidente golpista esteve envolvido, José Serra, que está envolvido com propina em dinheiro vivo, continuam soltos, exercendo cargos e cuspindo na cara do povo brasileiro com benefícios comprados pelo dinheiro produzido por nós. Que tipo de justiça apartidária é essa?” defesa da democracia

Editorial: É evidente que os mecanismos usados para condenar Lula sumariamente não são os mesmos usados em qualquer outro âmbito da justiça no país. O golpe se concretizou, e foi para a condenação dos trabalhadores e trabalhadoras, dos jovens, dos estudantes, das mulheres, dos negros, dos LGBTs, dos oprimidos e daqueles que almejam um país melhor, condições mais justas, maior igualdade. O combustível acumula alta histórica, fazendo com que vários outros serviços, como o transporte público, frete por entregas, transporte de cargas altas e outros serviços aumentem de preço também. Há pessoas deixando o gás de cozinha de lado pela alta acumulada, trocando pelo fogão de lenha. A Globo ainda tenta vender o novo padrão como “sofisticado e de muito bom gosto”, tentando mascarar o retrocesso vigente no país. A democracia urge por um posicionamento de cada um dos brasileiros, não a favor de Lula, mas a favor do Brasil, da democracia, de uma soberania independente. Testemunhamos diariamente a corrupção escancarada, através de bilhões sendo liberados por Temer em emendas orçamentárias para conter as investigações contra ele na Câmara. Quem não deve, não teme. Aécio Neves, com o aeroporto na fazenda de seu tio, as viagens de jatinho para o Rio de Janeiro, o helicóptero com 500kg de pasta-base de cocaína e o áudio em que ameaça matar o próprio primo por denunciar o local, está solto e exercendo a profissão. Sua irmã, que ajudava com o esquema no âmbito de sufocar qualquer tentativa da mídia mineira denunciar, está em liberdade. A justiça é partidária, e sabemos a quem ela serve!

Matéria e editorial por: Paolo Constantino